blog

"Deixa Elas falar!"

Por que os jogos encantam?

Não é novidade que o mundo dos jogos tem seus encantos e marcam gerações. Tenho certeza de que você já jogou ou, pelo menos, ouviu falar de War, Banco Imobiliário, Imagem & Ação e Detetive. Há ainda os chamados card games, ou seja, jogos de carta que já nos desafiaram no Truco, Canastra, Buraco, entre outros títulos. Além deles, os video games não podem ficar de fora desse repertório histórico, até porque essa modalidade domina nossos dias e avança com fortes apostas em tecnologia e escalabilidade de acesso com uso de recursos virtuais. Considerando todas essas possibilidades, você já parou para pensar na natureza dessas experiências e por que os jogos detêm a capacidade de atrair tantos adeptos?

É sabido que os jogos na modalidade digital vêm ganhando mais espaço. No meu entendimento, eles trazem uma comodidade na experiência do usuário e têm capacidade de permitir uma imersão, além de facilitar a “junção” de pessoas distantes para as jogatinas. É preciso considerar que, com o atual cenário de isolamento social pelo coronavírus, os jogos digitais apresentam vantagem de uso. Por outro lado, vejo a desvantagem do universo digital de não favorecer aquele “olho no olho”, ou ainda a oportunidade de unir sua galera para uma conversa presencial.

Como simpatizante dos jogos de tabuleiro e profissional da área de gerenciamento de projetos, já tive oportunidades de apresentar esse tipo de jogo para algumas pessoas e amigos e sempre percebo algumas reações típicas após a experiência da jogatina, como a nostalgia delas em lembrar do passado e dos tempos de infância ou adolescência; o tal estágio de flow, ou seja, aquela sensação de nem perceber o tempo passar e esquecer, inclusive!, de olhar o celular. É certo que os jogos digitais também podem apresentar todas essas características, mas não favorecem essa oportunidade de um contato presencial.


Sob o ponto de vista de mercado, a revista Exame publicou dados recentes, com base na consultoria especializada Newzoo, reforçando que os jogos pelo celular ou tablet devem permanecer firmes e em constante crescimento, gerando uma receita de 77,2 bilhões de dólares em 2020, o que representa uma alta de 13,3% e quase a metade de toda a receita do setor. O segmento como um todo deve crescer 9,3%, chegando a uma receita de 159,3 bilhões de dólares, já com a projeção pós-coronavírus. A modalidade analógica também apresenta dados de crescimento de mercado nessa fase da pandemia, mostrando um aumento de 84% nas vendas de jogos de tabuleiro por uma das maiores editoras que comercializa jogos de tabuleiros do Brasil.


O crescimento do mercado de jogos tem forte relação com a capacidade de atrair as pessoas pela experiência que eles proporcionam aos participantes. Outro fator que considero importante é que o universo dos jogos vem extrapolando a redoma de ser uma alternativa única de entretenimento e se torna cada vez mais presente em contextos educacionais e profissionais, ou seja, alcançando pessoas em distintos contextos de aplicação.


Uma jogatina, seja ela na modalidade digital ou analógica, é uma experiência social. Até aqui, convido você, leitor(a), a refletir sobre suas próprias experiências no mundo dos jogos, para que possamos aprofundar outros aspectos desse tema cativante em futuras abordagens. Portanto, deixo algumas perguntas: você é um jogador frequente? Como foi sua última experiência com jogos? Se você joga, costuma fazer em casa ou utiliza esse recurso como apoio educacional e/ou profissional?


Boas reflexões!



#gamification #gamificacao #jogosdigitais #jogosdetabuleiro #boardgames #digitalgame

A autora é adepta dos jogos de tabuleiro modernos como hobby, gerente de projetos nas áreas de tecnologia e sustentabilidade e integrante da rede Elas Projetam. Atualmente, está sócia-diretora do Qual é o Jogo, um canal do YouTube idealizado para divulgar o mundo dos board games. Iêda acredita que os jogos têm potencial para aproximar as pessoas, baseada em suas experiências de monitoria e aplicação dos jogos de tabuleiro em ambientes de aprendizado e lazer.

31 visualizações
Workshop

elas no

palco

Cadastre seu conteúdo e compartilhe conhecimento, com toda a nossa comunidade, em diversos formatos e canais.

Protagonismo feminino? Aqui tem!

Mulher com tablet

trend

academy

Conheça as trilhas e os programas de desenvolvimento profissional criados com conteúdo da nossa própria rede.

Uma sobe e puxa a outra!

  • YouTube - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

©2018 by Elas Projetam. Proudly created with Wix.com